Tag Archives: Marjane Satrapi

Coisas destas merecem festejos

É muito fácil adjectivar livros com grandes qualidades, fazendo esquecer que o essencial nunca está no facto de o livro tal ser ou não ser um monumento, um portento, uma obra inesquecível, mas antes no que concorre para que tais adjectivos não soem apenas a conversa oca para enfeitar badanas e contra-capas. O livro que aí vem é, de facto, um monumento, um portento, uma obra inesquecível, e o facto de isso não vir escrito na contra-capa só facilita o trabalho mais necessário, o de ler sem o peso da referência incontornável para descobrir uma obra que há-de ser, sim senhora, referência para o século XXI, quando um dia se fizerem aquelas listinhas canónicas que entretêm muitos serões. Nessa altura, as pessoas letradas em geral já terão descoberto que o facto de Persépolis ser um livro de banda desenhada não lhe retira (nem acrescenta) méritos artísticos, narrativos ou estéticos e olharão para o início do nosso século como o período que, entre outras coisas igualmente relevantes, viu nascer uma obra deste calibre. Agora, senhores livreiros, esqueçam a ideia de colocar Persépolis ao lado do Wolverine ou do Tintim e experimentem colocá-lo em destaque, ou junto aos grandes romances, ou na vizinhança que une harmoniosamente a biografia, as memórias, a ficção e as viagens. Os leitores vão perceber (e, desconfio, agradecer).

Persépolis, de Marjane Satrapi, vai ser finalmente editado em português, numa versão integral com o carimbo da Contraponto. Chega às livrarias no início de Abril.

Poulet aux Prunes no ecrã

O livro de Marjane Satrapi, publicado em 2004, está a chegar ao cinema, numa adaptação feita pela autora e por Vicent Paronnaud (responsáveis pela versão cinematográfica de Persépolis).

Vodpod videos no longer available.

Leituras, a caminho de férias

Relendo Broderies, de Marjane Satrapi, na edição americana da Phanteon Books, preparo-me para uns dias de férias. No regresso, haverá mais leituras, algumas novidades e, seguramente, maior assiduidade neste Beco.