A angústia da polivalência

fotografia(17)

Muito antes de abrir o Cadeirão Voltaire, na época em que os blogs ocupavam um espaço em crescimento, animador e muito in na internet em português, abri este blog de banda desenhada e ilustração a meias com a Sílvia. Na altura, não havia nenhum blog dedicado a esses temas e a ideia era ter um espaço de divulgação e alguma crítica, que servisse para acompanhar os estudos e as leituras que ia fazendo nessa área e alguma vontade de contrariar certas ideias-feitas sobre a banda desenhada. Foi assim que nasceu, em 2003, o Beco das Imagens. Os anos passaram, milhares de blogs surgiram, outras coisas ocuparam o espaço dos blogs. O trabalho que já fazia na imprensa, sobre livros, foi crescendo e ganhando outros contornos, comecei a fazê-lo também sobre livros de banda desenhada e ilustração, acabei por criar o Cadeirão Voltaire, que me ocupa a maior parte do tempo disponível para estas coisas. Com as mudanças, o Beco das Imagens foi ficando parado, acolhendo unicamente os textos que assino sobre bd e ilustração na imprensa e meia dúzia de eventos para divulgar. Por outro lado, o Cadeirão foi recebendo alguns posts em uníssono com o Beco das Imagens, porque sempre me pareceu que era preciso incluir a bd e a ilustração no espaço dos livros. Não faz sentido. E faz ainda menos sentido quando, muitas vezes, não actualizo o Beco das Imagens unicamente pelo trabalho que dá abrir uma segunda página e entrar com uma segunda password – ou seja, se o trabalho que ali fazia estivesse incorporado no Cadeirão Voltaire, como aliás devia estar, porque um blog sobre livros e leituras não tem por que não incluir banda desenhada e ilustração, as coisas seriam diferentes. Está resolvido o assunto: o Beco das Imagens fecha hoje as portas, porque não vale a pena alimentar moribundos cibernéticos, e os textos sobre bd e ilustração, bem como as notícias, a agenda, as notas soltas e os vários etc’s passam a integrar o Cadeirão Voltaire, como talvez devesse ter acontecido há muito tempo. É de livros e leituras que falo nesse espaço e se cá em casa as estantes não se aborrecem com a bd e a ilustração, no blog não será diferente. A partir de hoje, o Beco muda-se para o Cadeirão.

One response to “A angústia da polivalência

  1. buu buuu

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s