Monthly Archives: Agosto 2009

De regresso

Entre mails para responder e outros para apagar (são insondáveis os caminhos do spam…), descubro que perdi as exposições de David Rubín e Miguel Rocha/João Paulo Cotrim em Gaia, mas ainda vou a tempo de divulgar uma outra exposição de David Rubín, desta vez na livraria Mundo Fantasma, no Porto (pode ser vista até ao dia 13 de Setembro).
Perdi igualmente a exposição Shock, de Estrompa e José Lopes, no Espaço Chili, em Lisboa, assim como a despedida da Chili Com Carne desse mesmo espaço (a esta hora ainda devem estar a esvaziar as últimas cervejas do frigorífico, mas eu já não vou poder passar por lá).

Ainda em jeito de notas de regresso, a edição de hoje do jornal i (a centésima) traz a colaboração de vários ilustradores e uma banda desenhada de Luís Henriques sobre o dia a dia do jornal. Isto depois dos diários ilustrados, da presença regular de ilustrações originais, dos retratos do social feitos por João Maio Pinto e da tradução portuguesa do projecto Persepolis 2.0, de que já tínhamos dado conta, mas que a imprensa portuguesa só agora descobriu (o Público, que continua a ser o ‘meu’ jornal, dedicou-lhe uma notícia em Agosto, como se de uma novidade se tratasse, o que só confirma a necessidade de recorrer aos blogs como forma de manter actualizada a informação que a imprensa veicula).

(SFC)

Anúncios

Leituras, a caminho de férias

Relendo Broderies, de Marjane Satrapi, na edição americana da Phanteon Books, preparo-me para uns dias de férias. No regresso, haverá mais leituras, algumas novidades e, seguramente, maior assiduidade neste Beco.

Leituras: Novidades nos EUA

No New York Times, pode ler-se uma recensão sobre os recentes The Hunter, de Darwyn Cooke (IDW), Whatever Happened to the Caped Crusader?, de Neil Gaiman e Andy Kubert (DC Comics) e Asterios Polyp, de David Mazzucchelli (Pantheon).

Leituras: Álvaro Pons

Na revista semanal do El País, Álvaro Pons assina um longo texto sobre os números redondos de várias personagens de banda desenhada. Para ler aqui.